A inserção da Química Verde nos programas de pós-graduação em Química do Brasil: tendências e perspectivas

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Este artigo tem como meta investigar as formas pelas quais osprincípios da Química Verde têm sido inseridos nos programas de pósgraduaçãoem Química brasileiros. Parte da premissa de que, diante dosatuais desafios que tocam à produção de conhecimentos e formaçãode recursos humanos voltados à sustentabilidade socioambiental, fazsenecessário refletir sobre os temas, as propostas, as potencialidadese os limites relacionados à Química Verde que ocorrem nos cursosofertados por mais de 40 programas de pós-graduação em Químicado País. Observa-se que a quase totalidade desses programasapresenta disciplinas, grupos, linhas e projetos de pesquisa para odesenvolvimento, a análise e a formação que permitem repensaras formas de geração de materiais e processos verdes no contextoacadêmico brasileiro contemporâneo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Vânia Gomes
Biografia
Vânia Gomes
123
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

GOMES, V. A inserção da Química Verde nos programas de pós-graduação em Química do Brasil: tendências e perspectivas. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 10, n. 21, 14 fev. 2014.

Seção

Debates

Publicado:

Fev 14, 2014
Palavras-chave:

Química Verde. Pós-Graduação em Química. Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). Sustentabilidade.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.