Análise da utilização da Grounded Theory (Teoria Fundamentada nos Dados) na produção científica brasileira entre 2008-2012

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar aspectos conceituais da Grounded Theory e identificar o delineamento das teses e dissertações brasileiras entre os anos de 2008 e 2012, em relação às três principais linhas ou escolas teóricas assumidas pelo método. Buscou-se identificar a abordagem clássica, a abordagem descritiva conceitual completa (full conceptual description) e a abordagem construtivista, bem como as áreas ou temáticas trabalhadas no contexto da produção científica brasileira. Os procedimentos metodológicos incluíram a busca, a recuperação e a análise de documentos provenientes da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Foram encontrados 278 documentos no período. Do total recuperado no sistema de busca, foram analisadas 182 teses e dissertações. Os resultados apontaram ênfase na utilização da Grounded Theory nas áreas de Enfermagem, Administração e Psicologia. Também se observou que os autores mais referenciados são Strauss e Corbin, seguidos por Charmaz, ou seja, há ênfase na full conceptual description e na abordagem construtivista. Identificada a utilização da Grounded Theory na produção de dissertações e de teses no contexto brasileiro, parece relevante refletir sobre a necessidade de promoção de formas de audiência e discussão sobre a sua prática em diferentes contextos, a fim de que ela possa alcançar o que se propõe na construção de conhecimento novo, em pesquisas. 

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Maricel Karina López Torres Universidade Federal de Santa Catarina
  • Paulo Cristiano de Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Carolina Schmitt Nunes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marina Keiko Nakayama Universidade Federal de Santa Catarina
Biografia
Maricel Karina López Torres, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Paulo Cristiano de Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutorando em Engenharia e Gestão do Conhecimento, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Carolina Schmitt Nunes, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Marina Keiko Nakayama, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e professora do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

TORRES, M. K. L.; DE OLIVEIRA, P. C.; NUNES, C. S.; NAKAYAMA, M. K. Análise da utilização da Grounded Theory (Teoria Fundamentada nos Dados) na produção científica brasileira entre 2008-2012. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 11, n. 24, 20 maio 2015.

Seção

Estudos

Publicado:

Mai 20, 2015

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.