O Pibid e a trajetória profissional de licenciados em Química

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Neste artigo são apresentados os resultados de pesquisa realizada com egressos de um curso de licenciatura em Química que foram bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Os recém-graduados foram entrevistados por meio de questionários e entrevistas semiestruturadas. Seu objetivo principal foi o de conhecer os fatores que incidem sobre o que define sua trajetória profissional e as relações entre sua participação nesse programa de iniciação à docência e as escolhas profissionais. Os dados levantados foram analisados por meio da Teoria Fundamentada. A análise dos dados permitiu a elaboração de uma interpretação sobre as escolhas profissionais dos licenciados, cuja opção primordial pela educação permanente está representada pela formação como pesquisador, e a atuação como docente é postergada para o futuro ou como um projeto alternativo em suas trajetórias profissionais.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Bruno Ferreira dos Santos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Jucimara de Jesus Moraes Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Biografia
Bruno Ferreira dos Santos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Bacharel e Mestre em Química pela Universidade Federal da Bahia, e Doutor em Ciências Sociais e Humanas pela Universidad Nacional de Quilmes, Argentina. Professor Adjunto da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, fui Coordenador do Curso de Licenciatura em Química entre 2002 e 2005. Sou professor nos cursos de graduação em Química - bacharelado e licenciatura - na área de química analítica e de educação química e na Pós-graduação em Educação Científica e Formação de Professores de Ciências e Matemática. Atualmente coordeno o subprojeto PIBID "Ensino de Química e Sociedade". Também coordeno um grupo de pesquisa em Ensino de Química, e oriento dissertações de mestrado e monografias de conclusão de curso nessa mesma área. Minhas linhas de estudo e de pesquisa incluem os temas da linguagem, discurso e o ensino de química e de ciências, história do currículo e do ensino de química e métodos da pesquisa em educação científica.
Jucimara de Jesus Moraes, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Licenciada em Química pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Jequié, em 2013, ex-bolsista do PIBID.
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DOS SANTOS, B. F.; MORAES, J. DE J. O Pibid e a trajetória profissional de licenciados em Química. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 12, n. 27, 3 jun. 2015.

Seção

Experiências

Publicado:

Jun 3, 2015
Palavras-chave:

Formação docente, Licenciatura em Química, Trajetória profissional, Pibid

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.