Desenvolvimento territorial sustentável: uma nova experiência na Mata Atlântica

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Apresentamos as origens e os primeiros resultados de uma experiência de pós-graduação stricto sensu da expansão da Universidade Federal do Paraná (UFPR), localizada no litoral do estado. A partir de um projeto político pedagógico diferenciado e após oito anos de consolidação, foi criado o Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Territorial Sustentável.  Seu desafio é realizar pesquisas científicas inter e multidisciplinares que contribuam para o desenvolvimento regional e para o entendimento das constantes tensões envoltas na conservação e degradação da natureza da região, um notável remanescente da Mata Atlântica brasileira. Questões paradoxais permeiam todo o território, pois além de rica biodiversidade, conserva traços culturais singulares, ao mesmo tempo em que se destaca como polo industrial de exportação de commodities do agronegócio e de prestação de serviços para a exploração do petróleo do pré-sal.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Liliani Marilia Tiepolo UFPR
  • Valdir Frigo Denardin UFPR
Biografia
Liliani Marilia Tiepolo, UFPR
Doutora em Zoologia pelo Museu Nacional (UFRJ). Atua nas áreas de biodiversidade e ciências ambientais. Atualmente é coordenadora do Programa de Pós-graduação em Dezenvolvimento Territorial Sustentável da Universidade Federal do Paraná, localizado na Mata Atlâbtica Costeira do Estado do Paraná.
Valdir Frigo Denardin, UFPR
Pós-doutorado no Laboratoire Dynamiques Sociales et Recomposition des Espaces, LADYSS, França. Atua na área interdisciplinar e em ciências ambientais. Economista pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é docente no curso de Gestão Ambiental e nos Programas de Desenvolvimento Territorial Sustentável (PPGDTS) e Meio Ambiente de Desenvolvimento (PGMADE), ambos na UFPR.
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

TIEPOLO, L. M.; DENARDIN, V. F. Desenvolvimento territorial sustentável: uma nova experiência na Mata Atlântica. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 13, n. 32, 2017. DOI: 10.21713/2358-2332.2016.v13.1092. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1092. Acesso em: 18 jun. 2024.

Seção

Relato de Experiências Inovadoras

Publicado:

mar. 10, 2017
Palavras-chave:

Development. Atlantic Rain Forest. Territory. Interdisciplinarity. Desarrollo. Bosque Atlántico. Territorio. Interdisciplinariedad. Desenvolvimento. Mata Atlântica. Território. Interdisciplinaridade.