A pós-graduação em Fitotecnia no Brasil

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

A pós-graduação na área de Ciências Agrárias foi uma das pioneiras no Brasil e compreende um grande número de programas. Na área de Ciências Agrárias I, existem 110 programas, destes, 44 foram analisados neste trabalho. Foi utilizada a base de dados do relatório Capes de 2003 e aqueles dados relativos aos Docentes Permanentes (NRD6). Os programas estão localizados em todas as regiões do Brasil, e apenas dois dos programas têm conceito 6, oito programas têm conceito 5, 17 têm conceito 4 e 17 têm conceito 3. Atuam nos programas 701 docentes e foram titulados no ano 595 alunos de Mestrado e 210 de Doutorado. Os programas apresentam áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa que abrangem todas as principais áreas da Agronomia e mantêm muito o foco regional. O tempo médio de titulação dos discentes de Mestrado e Doutorado é adequado na maioria dos programas. O conceito final dos programas está diretamente relacionado à quantidade e à qualidade da produção intelectual gerada.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Luiz Carlos Federizzi
Biografia
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

FEDERIZZI, L. C. A pós-graduação em Fitotecnia no Brasil. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 4, n. 7, 2011. DOI: 10.21713/2358-2332.2007.v4.123. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/123. Acesso em: 24 fev. 2024.

Seção

Debates
Palavras-chave:

Avaliação da pós-graduação. Produção Intelectual. Agronomia. Ciências Agrárias. Graduate Education. Agronomy