Percepção de professores universitários sobre as repercussões do seu trabalho na própria saúde

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Estudos sobre atividade docente apontam para uma sobrecarga de trabalho que pode gerar adoecimento. Esta pesquisa objetivou identificar e analisar as repercussões da prática docente sobre a saúde de professores universitários da área da Saúde. Utilizou-se uma abordagem qualitativa, com nove professores. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e analisados pela técnica de análise de conteúdo de Bardin. Os impactos negativos da prática docente sobre a saúde dos professores sobressaíram nos resultados, sendo o estresse o mais significativo. A sobrecarga de trabalho, as exigências e as cobranças aparecem como os principais aspectos geradores desses impactos. Faz-se necessário gerar mudanças na direção da promoção da saúde da comunidade acadêmica.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Maria Angélica Godinho Mendes de Abreu Universidade Federal da Bahia
  • Maria Thereza Ávila Dantas Coelho Universidade Federal da Bahia
  • Jorge Luiz Lordelo de Sales Ribeiro Universidade Federal da Bahia
Biografia
Maria Angélica Godinho Mendes de Abreu, Universidade Federal da Bahia
Mestranda do Programa de Pós-Graduação Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC) da UFBA. Formação em Psicologia pela Universidade Federal da BahiaCoordenadora do Núcleo de Atenção Psicopedagógica da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pùblica e Psicóloga Clínica 
Maria Thereza Ávila Dantas Coelho, Universidade Federal da Bahia
Doutora em Saúde Coletiva, com ênfase em Ciências Sociais em Saúde. Formada pela Universidade Federal da Bahia. Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia  e Coordenadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde, Violência e Subjetividade (SAVIS) 
Jorge Luiz Lordelo de Sales Ribeiro, Universidade Federal da Bahia
Doutor em Educação pela Universidade Federal da BahiaPsicologiaFormado pela Universidade Federal da BahiaProfessor Adjunto do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia.  Pesquisador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde, Violência e Subjetividade (SAVIS). 
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DE ABREU, M. A. G. M.; ÁVILA DANTAS COELHO, M. T.; LORDELO DE SALES RIBEIRO, J. L. Percepção de professores universitários sobre as repercussões do seu trabalho na própria saúde. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 13, n. 31, 17 fev. 2017.

Seção

Estudos

Publicado:

Fev 17, 2017
Palavras-chave:

Saúde. Educação Superior. Docentes. Trabalho.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.