Interdisciplinaridade no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais do Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba – Unesp: experiências de gestão

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

A área de Ciências Ambientais é recente e emergente na pós-graduação brasileira e sua complexidade realça a importância do enfoque interdisciplinar nas dimensões do ensino, da pesquisa e da extensão. Este trabalho apresenta um relato sobre as experiências de gestão acadêmica promotora da interdisciplinaridade no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA) do Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Fez-se um levantamento dos efeitos das diretrizes de gestão para a promoção da interdisciplinaridade, no seu contexto acadêmico e social, no período de 2013 a 2015. Alguns desdobramentos dessas diretrizes estão consubstanciados nos eventos para a comunidade interna e externa da universidade, voltados para públicos específicos, como membros da academia, habitantes da região de Sorocaba e estudantes do nível médio e fundamental. As atividades inovadoras do ensino adotadas corresponderam à abordagem construtivista, integração das disciplinas e projeto estruturante. As ações de internacionalização do programa, por sua vez, incluíram o estímulo à vinda de professores visitantes de instituições de ensino e pesquisa internacionais, assim como a participação de professores e alunos do programa em atividades de intercâmbio, estágios de docência e pós-doutoramento. Um reflexo dessas ações foi o aumento relativo da produção bibliográfica interdisciplinar dos docentes e discentes em periódicos qualificados, o qual variou de 3,2%, em 2013, a 41,7%, em 2015. Tais resultados demonstram o fortalecimento do PPGCA, baseado em diretrizes para promover a interdisciplinaridade, podendo fundamentar e subsidiar as discussões de outros programas de pós-graduação do país.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Leonardo Fernandes Fraceto ICTS/Unesp
  • Gerson Araujo de Medeiros ICTS/Unesp
Biografia
Leonardo Fernandes Fraceto, ICTS/Unesp
Possui graduação em Bacharelado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1997), graduação em Licenciatura Em Química pela Universidade Estadual de Campinas (2000), mestrado em Biologia Funcional e Molecular pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e doutorado em Biologia Funcional e Molecular pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus Sorocaba junto ao curso de Engenharia Ambiental e no Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais. Foi coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais da Unesp/Sorocaba (de 06/2012 à 04/2016). Atua também como professor no Programa de Pós-Graduação em Biologia Funcional e Molecular da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Química e Bioquímica, com ênfase em Química de Macromoléculas, atuando principalmente nos seguintes temas: nanobiotecnologia, sistemas carreadores (ciclodextrinas, micro e nanopartículas poliméricas) de compostos bioativos (fármacos, pesticidas), métodos espectroscópicos de análise e RMN.
Gerson Araujo de Medeiros, ICTS/Unesp
Graduated in Agricultural Engineering, Mastership and Doctorate in Water and Soil Engineering from Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), where studied the influence of water and tropical soil management at yield and water consumption of irrigated bean, an important crop for the Brazilian diet; Expert in Drainage and Watershed Management from Universidade de Taubaté (UNITAU). In 2015, to reinforce international insertion, developed studies at post-doctoral level on economic aspects of ecosystems services at the Faculty of Agricultural, Life and Environmental Sciences (ALES), University of Alberta (UofA), in Edmonton, Canada. Since 2011 has been Professor at Institute of Science and Technology of Sorocaba (ICTS) at Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) for the graduate course in Environmental Sciences and undergraduate course in Environmental Engineering, where has developed an educational constructivist approach based on landscape analyzes, as a way to evolve the understanding of environmental complexity. Has attended several conferences, symposiums and seminars on Environmental Sciences, including topics such as environmental impacts assessment, environmental management, water and soil management and landscape analyzes. The academic production includes 10 book chapters, 57 articles, 253 conference papers and abstracts, amounting over 300 publications. The broad experience and expertise in teaching, researching and academic extension have allowed developing works approaching different social groups as rural settlements, neighborhood communities, philanthropic institutions, and high school students, addressing the popularization of science and environmental issues such as natural resources management, re-vegetation of degraded land and waste management. Therefore, this academic journey has demonstrated guidance towards the improvement of the society welfare.
Referências

BEGUELLI, F. G. S. et al. Uso do índice de estado trófico e análise rápida da comunidade de macroinvertebrados como indicadores da qualidade ambiental das águas na Bacia do Rio Jundiaí-Mirim – SP – BR. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, Itajaí, v. 19, n. 1, p. 13-22, 2015.
BRESSANE, A.; MEDEIROS, G. A.; RIBEIRO, A. I. et al. Abordagem construtivista integrando o ensino, a pesquisa e a aplicação à realidade: o caso da pós-graduação em Ciências Ambientais da Unesp Sorocaba. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, DF, v. 12, n. 27, p. 251-276, 2015.
BRESSANE, A.; RIBEIRO, A. I.; MEDEIROS, G A. Problematização como estratégia interdisciplinar: uma experiência na pós-graduação em ciências ambientais. In: SOARES, S. R.; MARTINS, E. S.; MIRANDA, D. L. M. Problematização e produção criativa: ressignificando o ensino e a aprendizagem na universidade. 1. ed. Salvador: EdUNEB, 2015. v. 4, p. 39-73.
______. Environmental reclamation as strategy for sustainability. Veredas do Direito, Belo Horizonte, v. 13, n. 27, p. 109-133, 2016.
BRESSANE, A.; ROVEDA, J. A. F.; MARTINS, A. C. G. Statistical analysis of texture in trunk images for biometric identification of tree species. Environmental Monitoring and Assessment, New York, v. 187, n. 4, p. 1-9, 2015.
BRESSANE, A.; ROVEDA, J. A. F.; ROVEDA, S. R. M. M. et al. Aplicação do processo analítico hierárquico na construção de um sistema fuzzy de apoio ao planejamento do uso futuro na recuperação de áreas degradadas: estudo de uma cava mineral na Serra do Japi. Geociências, São Paulo, v. 34, n. 1, p. 88-102, 2015.
COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Relatório do 2º Seminário de Acompanhamento dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. Brasília, DF: Capes, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2017
______. Relatório Seminário de Acompanhamento 2015. Brasília, DF: Capes, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017.
______. Documento de área: Ciências Ambientais. Brasília, DF: Capes, 2016. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2017.
FENGLER, F. H.; MEDEIROS, G. A.; RIBEIRO, A. I. et al. Desenvolvimento da percepção ambiental de alunos de pós-graduação em Ciências Ambientais da Unesp Sorocaba por meio da abordagem construtivista de ensino. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, DF, v. 12, n. 29, p. 805-834, 2016.
FENGLER, F. H.; MORAES, J. F. L.; RIBEIRO, A. I. et al. Qualidade ambiental dos fragmentos florestais na Bacia Hidrográfica do Rio Jundiaí-Mirim entre 1972 e 2013. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 19, n. 4, p. 402-408, 2015.
FRANÇA, L. V. G. et al. Modelagem Fuzzy aplicada à análise da paisagem: uma proposta para o diagnóstico ambiental participativo. Fronteiras, Anápolis, v. 3, n. 3, p. 124-141, 2014.
HICKS, D. et al. The Leiden Manifesto for research metrics. Nature, London, v. 520, p. 429-431, 2015.
MACHADO, F. H. et al. Environmental impacts of inter-basin water transfer on water quality in the Jundiaí-Mirim river, Southeast Brazil. International Journal of Environmental Impacts, Ashurst, v.1, n.1, p. 80-91, 2018.
MALHEIROS, T. F. et al. Os desafios do tema sustentabilidade no ensino da pós-graduação. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, DF, v. 10, n. 21, p. 537-552, 2013.
MEDEIROS, G. A. et al. Environmental assessment using landscape analysis methodology: the case of the Jundiaí Mirim river basin, Southeast Brazil. WIT Transactions on Ecology and the Environment, Ashurst, v. 203, p. 26-36, 2016.
PENTEADO, C. L. C.; SILVA, S. J.; FONSECA, K. C. D. Humanidades na UFABC: produção do conhecimento interdisciplinar na pós-graduação. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, DF, v. 12, n. 28, p. 475-500, 2015.
PHILIPPI JUNIOR, A.; SILVA NETO, A.J. Interdisciplinaridade em Ciência, Tecnologia & Inovação. São Paulo: Manole, 2011.
PHILIPPI JUNIOR, A. et al. Desenvolvimento sustentável, interdisciplinaridade e Ciências Ambientais. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, DF, v. 10, n. 21, p. 509-533, 2013.
VERMA, I. M. Impact, not impact factor. PNAS, Washington, DC, v.112, n. 26, p.7875-7876, 2015.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

FRACETO, L. F.; DE MEDEIROS, G. A. Interdisciplinaridade no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais do Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba – Unesp: experiências de gestão. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 14, 22 nov. 2017.

Seção

Experiências

Publicado:

Nov 22, 2017
Palavras-chave:

Gestão Acadêmica. Pós-Graduação. Pesquisa.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.