O compartilhamento do conhecimento entre pesquisadores nacionais e internacionais do programa Ciência sem Fronteiras

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O compartilhamento de conhecimento é processo fundamental para geração de novos saberes nas organizações e países. O objetivo deste artigo é analisar as formas de compartilhamento de conhecimento estabelecidas entre pesquisadores do exterior e seus colaboradores no Brasil, participantes do Programa Ciência sem Fronteiras. É uma pesquisa mista e descritiva, que faz uso de um questionário on-line para a coleta de informações. Utiliza, especialmente, a análise fatorial para os dados obtidos mediante as questões fechadas e a análise de conteúdo para o tratamento das respostas subjetivas. Como resultado, observa-se que o compartilhamento se dá pelo diálogo em reuniões, seminários e elaboração de artigos, com influência de fatores individuais e coletivos, organizacionais e de diferenças culturais. O método utilizado mostrou-se adequado para sua replicação em outros grupos e programas de cooperação científica internacional.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Paulo Henrique de Almeida Instituto Federal do Paraná - Universidade Federal do Paraná
  • Helena Fátima Nunes Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR
  • Fernanda Cristina Barbosa Pereira Queiroz UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN
Biografia
Paulo Henrique de Almeida, Instituto Federal do Paraná - Universidade Federal do Paraná
Mestre em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação da Universidade Federal do Paraná - UFPR, sob orientação da Profa. Doutora Helena de Fátima Nunes Silva. Possui Especialização em Gestão Pública pela Faculdades de Administração, Ciências, Educação e Letras ? FACEL (2011) - Possui graduação em Administração - Administração de Empresas pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná (1991) FESP. Administrador no Instituto Federal do Paraná - IFPR. 
Helena Fátima Nunes Silva, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR
Professora do Programa de Pós-Graduação emCiência, Gestão e Tecnologia da Informação, daUFPR. Doutora em Engenharia de Produção pelaUFSC. Mestre em Educação pela UFPR. Graduadaem Biblioteconomia pela UFSC.
Fernanda Cristina Barbosa Pereira Queiroz, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN
Professora do departamento de Engenharia deProdução da UFRN. Pós-doutora em Ciência,Gestão e Tecnologia da Informação pela UFPR.Mestre e doutora em Engenharia de Produçãopela UFSC. Graduada em Ciências Econômicaspela UFJF.
Referências

ALAVI, M.; LEIDNER, D. Review: knowledge management and knowledge management systems. MIS Quarterly, Minneapolis, v. 25, n. 1, p. 107-136, 2001.

ALBAGLI, S. Ciência aberta em questão. In: ALBAGLI, S.; MACIEL, M. L.; ABDO A. H. Ciência aberta, questões abertas. Brasília: IBICT; Rio de Janeiro: Unirio, 2015.

ARDICHVILI, A. Learning and knowledge sharing in virtual communities of practice: motivators, barriers, and enablers. Advances in Developing Human Resources, Thousand Oaks, v. 10, n. 4, p. 541-554, 2008.

ASAD, T. The concept of cultural translation in British social anthropology. In: CLIFFORD, J.; MARCUS, G.E. (Ed.). Writing culture: the poetics and politics of ethnography. Los Angeles: University of California Press, 1986. p. 141-164.

BARTOL, K. M.; SRIVASTAVA, A. Encouraging knowledge sharing: the role of organizational reward systems. Journal of Leadership and Organization Studies, Thousand Oaks, v. 9, n. 1, 2002.

BOCK, G. et al. Behavioral intention formation in knowledge sharing: examining the roles of extrinsic motivators, social-psychological forces, and organizational climate. MIS Quarterly, Minneapolis, v. 29, n. 1, p. 87-111, 2005.

BOUSARI, R. G.; HASSANZADEH, M. Factors that affect scientists’ behavior to share scientific knowledge. Collnet Journal of Scientometrics and Information Management, Istanbul, v. 6, n. 2, p. 215-227, 2012.

BRASIL. Ciência Sem Fronteiras: o que é? Brasília, DF: Ministério da Educação, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, [201-]. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2015.

CABRAL; T. L. O.; SILVA, J. E. O.; SAITO, C. E. Realidade do intercâmbio e da Mobilidade Acadêmica na universidade Federal de Santa Catarina. In: CONGRESSO INTERNACIONAL IGLU, 2. COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO UNIVERSITÁRIA NA AMÉRICA DO SUL, 11. 2011, Florianópolis. Anais… Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2011.

COLEMAN, J. S. Foundations of social theory. Cambridge, MA: Belknap Press, 1990.

DELGADO, A. A. S. Compartilhar conhecimento: estudo em um grupo de extensão universitária. 2011. 111 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

DI CHIARA, I. G.; ALCARÁ, A. R.; TOMAÉL, M. I. Tipos de Compartilhamento de informação e do conhecimento no ambiente de P&D. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 20, n. 2, p. 105-118, maio/ago. 2010.

DRAGO, I.; SILVA, H. F. N. Contribuições do movimento nós podemos Paraná: criação e compartilhamento de conhecimentos nos núcleos locais de trabalho. Düsselfdorf: Novas Edições Acadêmicas, 2015.

EDLER, J.; FIER, H.; GRIMPE, C. International scientist mobility and the locus of knowledge and technology transfer. Research Policy, Amsterdam, v. 40, p. 791-805, 2011.

GARVIN, D. A. Construindo a organização que aprende. In: HARVARD BUSINESS REVIEW. Gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Campus, 2000. p. 50-81.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

HACKETT, B. Beyond knowledge management: new ways to work & learn. New York: Conference Board, 2000. Disponível em < http://www.providersedge.com/docs/km_articles/beyond_km_-_new_ways_to_work_and_learn.pdf>. Acesso em 19 dez. 2017.

HAIR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

HSU, I. Enhancing employee tendencies to share knowledge: case studies on nine companies in Taiwan. International Journal of Information Management, Amsterdam, v. 26, n. 4, p. 326-338, 2006.

IPE, M. Knowledge sharing in organizations: a conceptual framework. Human Resource Development Review, Thousand Oaks, v. 2, n. 4, p. 337-359, dec. 2003.

JONKERS K.; CRUZ-CASTRO L. Research upon return: the effect of international mobility on scientific ties, production and impact. Research Policy, Amsterdam, n. 42, p. 1366-1377, 2013.

KIRPITCHENKO, L. Locating cosmopolitanism within academic mobility. Cosmopolitan Civil Societies Journal, Sidney, v. 6, n. 1, p. 56-75, 2014.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. D. A. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LIN, C. P. To share or not to share: modeling knowledge sharing using exchange ideology as a moderator. Personnel Review, Bingley, v. 36, n.3, p. 457-475, 2007.

LIN, H. Knowledge sharing and firm innovation capability: an empirical study. International Journal of Manpower, Bingley, v. 28, n. 3-4, p. 315-332, 2007.

LIN, H. F.; LEE, G. G. Perceptions of senior managers toward knowledge-sharing behavior. Management Decision, Bingley, v. 42 n. 1, p. 108-25, 2004.

LOMBAS, M. L. S. A mobilidade internacional de pós-graduandos e pesquisadores e a internacionalização da produção do conhecimento: efeitos de uma política pública no Brasil. 2013. 204 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013.

LOPES, J. O fazer do trabalho científico em ciências sociais. Recife: Editora UFPE, 2006.

NAHAPIET, J.; GHOSHAL, S. Social capital, intellectual capital, and the organizational advantage. Academy of Management Review, Briarcliff Manor, v. 23, n. 2, p. 242-266, 1998.

NONAKA, I. A dynamic theory of organizational knowledge creations. Organization Science, Hanover, v. 5, n. 1, p. 14-37, 1994.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. The knowledge – creating company. New York: Oxford University Press, 1995.

NONAKA, I.; TOYAMA, R. E.; KONNO, N. SECI, Ba and leadership: a unified model of dynamic knowledge creation. Long Range Planning, Amsterdam, v. 33, n. 1, p. 5-34, 2000.

QUEIROZ, F. C. B. P.; SILVA, H. F. N.; QUANDT, C. O. Formas compartilhamento de informação e do conhecimento na cooperação internacional de pesquisadores. Informação e Sociedade, João Pessoa, v. 25, n. 3, p. 147-161, 2015.

SATO, K. A. S.; SILVA, H. F. N.; DRAGO, I. A gestão do conhecimento sob a perspectiva das sete dimensões: o caso do projeto perfis profissionais para o futuro da indústria. Informação e Informação, Londrina, v. 18, n. 1, p. 142-168, 2013. Disponível em . Acesso em: 6 jan. 2016.

SILVA, H. F. N. Criação e compartilhamento de conhecimento em comunidades de prática: uma proposta metodológica. 2004. 216 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

SVEIBY, K. E. A nova riqueza das organizações: gerenciando e avaliando patrimônios de conhecimentos. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

TAKEUCHI, H.; NONAKA, I. Gestão do conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008.

TORRES, T. Z. Colaboratórios em Instituições de PD&I: compartilhamento e disseminação do conhecimento. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, 2011, Ponta Grossa. Anais… Ponta Grossa: Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2012.

VON KROGH, G.; ICHIJO, K.; NONAKA, I. Facilitando a criação de conhecimento: reinventando a empresa com o poder da inovação contínua. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

WASKO, M.; FARAJ, S. Why would I share? Examining social capital and knowledge contribution in electronic networks of practice. MIS Quarterly, Minneapolis, v. 29, n. 1, p. 35-57, 2005.

WESTPHAL, A. M. S. Egresso da primeira chamada do Programa Ciência sem Fronteiras: reflexos no sistema educacional brasileiro (Learning with outcomes). 121 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DE ALMEIDA, P. H.; SILVA, H. F. N.; QUEIROZ, F. C. B. P. O compartilhamento do conhecimento entre pesquisadores nacionais e internacionais do programa Ciência sem Fronteiras. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 14, 19 dez. 2017.

Seção

Estudos

Publicado:

Dez 19, 2017
Palavras-chave:

Mobilidade Acadêmica Internacional. Compartilhamento do Conhecimento. Programa Ciência sem Fronteiras. Pesquisadores Internacionais.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.