Análise da atuação profissional de egressos da Pós-Graduação em Odontologia na área de Saúde Coletiva

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Objetivou-se analisar as atividades profissionais de egressos do Programa de Pós-Graduação Saúde Coletiva em Odontologia da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Araçatuba. Trata-se de uma pesquisa descritiva, na qual avaliou-se, por meio de consulta aos dados disponibilizados na Plataforma Lattes, informações curriculares de 99 egressos. As variáveis investigadas foram: sexo, localidade de vínculo empregatício, atuação em instituições de ensino e no serviço público de saúde, ocupação de cargos de coordenadoria e chefia, e produção científica. Verificou-se que a maioria dos egressos é do sexo feminino (n=60; 60,61%); atua na Região Sudeste (n=62; 62,63%); está inserida no meio acadêmico, exercendo atividade docente em Instituições de Ensino Superior (n=73; 73,74%), enquanto 31 (31,31%) egressos atuam no serviço público de saúde, ocupando cargos em coordenadorias de saúde, rede de assistência à saúde, secretarias municipais e estaduais de saúde, assim como no Ministério da Saúde. Uma parcela considerável dos egressos (40,40%) produziu ao menos 6 artigos científicos publicados durante o curso de Pós-Graduação. O monitoramento das atividades profissionais dos egressos demonstrou a valorização de sua formação na Pós-Graduação, por meio da inserção no mercado de trabalho em Instituições de Ensino Superior e no serviço público de saúde em todas as regiões do país.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Suzely Adas Saliba Moimaz
  • Orlando Saliba
  • Cléa Adas Saliba Garbin
  • Tânia Adas Saliba
  • Fernando Yamamoto Chiba
  • Nemre Adas Saliba Adas Saliba
Biografia
Referências

ALMEIDA JÚNIOR, A. et al. Parecer CFE nº 977/65, aprovado em 3 dez. 1965. Revista Brasileira de Educação, v. 30, p. 162-173, 2005.

BERMAN, P.; FRENK, J. The New Harvard Doctor of Public Health: Lessons from the design and implementation of an innovative program in advanced professional leadership. Public Health Reports, v. 133, n. 6, p. 759-766, 2018.

BRASIL. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Plano Nacional de Pós-Graduação – PNPG 2011-2020. 2010. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/plano-nacional-de-pos-graduacao. Acesso em: 09 dez 2021.

BRASIL. Lei nº 4.024 de 20 de dezembro de 1961. Fixa as diretrizes e bases da educação nacional. 1961. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4024.htm. Acesso em: 09 dez 2021.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2012-2015: balanço das atividades estruturantes: 2011. 2012. Disponível em: http://livroaberto.ibict.br/218981.pdf. Acesso em: 13 dez. 2021.

CABRAL, T. L. DE O.; SILVA, F. C. DA; PACHECO, A. S. V.; MELO, P. A. DE. A CAPES e suas sete décadas. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 16, n. 36, p. 1-22, 2020.

CARVALHO, A. L. B.; JESUS, W. L. A.; SENRA, I. M. V. B. Regionalization in the SUS: implementation process, challenges and perspectives in the critical view of system managers. Ciência & Saúde Coletiva, v. 22, n. 4, p. 1155-1164, 2017.

FERREIRA, S. R.; MORRAYE, M. A. Perfil dos mestres de um programa de pós-graduação em Promoção de Saúde: características e percepções sobre o curso. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 10, n.22, p. 1085-1107, 2014.

GOUVÊA, F. C. F. A institucionalização da pós-graduação no Brasil: o primeiro decênio da Capes (1951-1961). Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 9, n. 17, p. 373-397, 2012.

GRANJA, G. L. et al. Perfil dos estudantes de graduação em odontologia: motivações e expectativas da profissão. Revista da ABENO, v. 16, n. 4, p. 107-113, 2016.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Sinopse Estatística da Educação Superior, 2017. Brasília, DF, 2018. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/acesso-a-informacao/dados-abertos/sinopses-estatisticas/educacao-superior-graduacao. Acesso em: 13 dez. 2021.

LATREILLE, A. C. et al. Perfil socioeconômico dos graduandos em Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Revista da ABENO, v. 15, n. 1, p. 86-96, 2015.

LIEVORE, C.; PICININ, C. T.; PILATTI, L. A. As áreas do conhecimento na pós-graduação stricto sensu brasileira: crescimento longitudinal entre 1995 e 2014. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 25, n. 94, p. 207-237, 2017.

LORENZETTI, J. et al. Health management in brazil: dialogue with public and private managers. Texto & Contexto Enfermagem, v.23, n.2, p.417-425, 2014.

MAGNAGO, C. et al. Policy of labor management and health education: a ProgeSUS experience. Ciência & Saúde Coletiva, v. 22, n. 5, p. 1521-1530, 2017.

MANYARA, A.M. et al. Exploring the multidisciplinary extent of public health career structures in 12 countries: an exploratory mapping. Journal of Public Health, v. 40, n. 4, p. e538-e544, 2018.

MARTIN, A. S. S. et al. Distribuição dos cursos de Odontologia e de cirurgiões-dentistas no Brasil: uma visão do mercado de trabalho. Revista da ABENO, v. 18, n. 1, p. 63-73, 2018.

MOIMAZ, S. A. S.; AMARAL, M. A.; GARBIN, C. A. S. Enade: uma análise quanti-qualitativa dos exames nacionais de Odontologia. Revista da ABENO, v. 17, n. 1, p. 97-108, 2017.

NEVES, M.; GIORDANI, J. M. A.; HUGO, F. N. Atenção primária à saúde bucal no Brasil: processo de trabalho das equipes de saúde bucal. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 5, p. 1809-1820, 2019.

SALIBA, T. A. et al. Individual lifestyle profile of first-year dental students from the University of Aracatuba, Brazil - 2015. Universidad y Salud, v. 19, n. 2, p. 258-266, 2017.

SANTIN, D. M.; VANZ, S. A. DE S.; STUMPF, I. R. C. Internacionalização da produção científica brasileira: políticas, estratégias e medidas de avaliação. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 13, n. 30, p. 81-100, 2016.

SANTOS, L. F. P. et al. As atividades profissionais dos egressos da pós-graduação em odontologia na área de saúde coletiva. Revista da ABENO, v. 17, n. 3, p. 56-66, 2017.

SILVA, V. O.; PINTO, I. C. M.; TEIXEIRA, C. F. S. Identidade profissional e movimentos de emprego de egressos dos cursos de graduação em Saúde Coletiva. Saúde em Debate, v. 42, n. 119, p. 799-808, 2018.

ZWANIKKEN, P. A. et al. Outcome and impact of Master of Public Health programs across six countries: education for change. Human Resources for Health, v. 12, p.40, 2014.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

ADAS SALIBA MOIMAZ, S.; SALIBA, O.; ADAS SALIBA GARBIN, C.; ADAS SALIBA, T.; YAMAMOTO CHIBA, F.; ADAS SALIBA, N. A. S. Análise da atuação profissional de egressos da Pós-Graduação em Odontologia na área de Saúde Coletiva. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 18, n. 39, p. 1-14, 19 dez. 2022.

Seção

Artigos

Publicado:

Dez 19, 2022
Palavras-chave:

Educação de Pós-Graduação, Odontologia, Saúde Pública

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.