O desenvolvimento da Física de Altas Energias no Brasil: produção científica, programas de pós-graduação e grupos de pesquisa

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Este estudo se fundamenta em metodologia bibliométrica e analisa o desenvolvimento da Física de Altas Energias (FAE) no Brasil a partir das publicações indexadas pela Web of Science no período de 1983 a 2013. Os resultados mostram um significativo crescimento da produção científica brasileira em FAE ao longo desse intervalo. A expansão da atividade na área se associou à ampliação do número de programas de pós-graduação em Astronomia e Física com linhas de pesquisa em FAE, de professores titulados e de grupos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), à participação nas colaborações internacionais e à instituição da Rede Nacional de Física de Altas Energias (Renafae). Conclui que o aperfeiçoamento de políticas científicas e investimentos podem aumentar o protagonismo e a influência da ciência brasileira em FAE internacionalmente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Gonzalo Rubén Alvarez Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação.
  • Samile Andréa de Souza Vanz Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Departamento de Ciências da Informação. Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação.
Biografia
Gonzalo Rubén Alvarez, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação.
Doutorando no Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Samile Andréa de Souza Vanz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Departamento de Ciências da Informação. Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação.
Doutora. Professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

ALVAREZ, G. R.; VANZ, S. A. de S. O desenvolvimento da Física de Altas Energias no Brasil: produção científica, programas de pós-graduação e grupos de pesquisa. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 13, n. 31, 2017. DOI: 10.21713/2358-2332.2016.v13.1230. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1230. Acesso em: 15 abr. 2024.

Seção

Estudos

Publicado:

fev. 17, 2017
Palavras-chave:

Scientific output. Bibliometrics. Research Groups. Graduate Programs. High Energy Physics. Producción Científica. Bibliometría. Grupos de Investigación. Programas de Postgrado. Física de Altas Energías. Produção Científica. Bibliometria. Grupos de Pesquisa. Programas de Pós-Graduação. Física de Altas Energias.