Residências multiprofissionais em saúde análise das produções do banco de teses e dissertações

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Este artigo objetiva analisar as produções do banco de teses e dissertações sobre residência multiprofissional da área da saúde, categorizando-as. Trata-se de um estudo realizado no Catálogo de Teses e Dissertações do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, em julho de 2021. Utilizou-se o termo “residência multiprofissional” para busca, no qual foram incluídos 45 estudos, sendo 40 dissertações e cinco teses. A análise dos dados foi realizada qualitativamente, por meio da análise temática. Os temas comuns das teses e dissertações foram agrupados, emergindo os seguintes eixos temáticos: Prática de preceptoria na residência multiprofissional em saúde; Contribuição da residência multiprofissional para o processo de trabalho em saúde; Ensino e formação na residência multiprofissional em saúde e Saúde de residentes multiprofissionais. A presente revisão possibilitou identificar as produções existentes sobre as residências multiprofissionais de uma forma ampla, orientando ações a serem desenvolvidas sobre a temática, além de possibilitar o gerenciamento do ensino-aprendizagem.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
Biografia
Francieli Ester Müller , Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira; Especialista em Auditoria e Gestão em Serviços de Saúde. Mestranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Flávia Camef Dorneles Lenz, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira; Mestranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Carolina Renz Pretto, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira; Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira; Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora Visitante do Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil. Professora Sênior do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, SP, Brasil.

Suzane Beatriz Frantz Krug, Universidade de Santa Cruz do Sul

Enfermeira; Doutora em Serviço Social; Docente do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul/UNISC, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Rosângela Marion da Silva, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira; Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo. Professora do Departamento de Enfermagem e Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Referências

AVELLAR, William De Oliveira. O Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia no Instituto Nacional de Câncer: limites e possibilidades frente às políticas de inovação em saúde. 2013. 85 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, RJ, 2013.
AZEVEDO, Flavia Fasciotti Macedo. O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental: uma reflexão sobre ensino, transmissão e formação em serviço. 2013. 173 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Mental) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria, 2013.
ARNEMANN, Cristiane Trivisiol. Educação permanente em saúde como um espaço intersseçor de uma residência multiprofissional: estudo de caso. 2013. 94 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2013.
ARNEMANN, Cristiane Trivisiol. Educação permanente em saúde no contexto da residência multiprofissional: estudo apreciativo crítico. 2017. 263 p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2017.
ARRUDA, Gisele Maria Melo Soares. Colaboração e educação interprofissional na pós-graduação em saúde: estudo de caso da residência multiprofissional em saúde da família. 2015. 286 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2015.
BEKER, Karine Kyomi. Apoio matricial e institucional: investigando interfaces com a residência multiprofissional em saúde da família e comunidade. 2014. 94 p. Dissertação (Mestrado em Gestão Clínica) – Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, SP, 2014
BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Educação. Portaria Interministerial/MEC/MS N°1077 de 12 de Novembro de 2009. Dispõe sobre a Residência Multiprofissional em Saúde e a Residência em Área Profissional da Saúde, e institui o Programa Nacional de Bolsas para Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde e a Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde. Brasília: MS, 2009. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2021.
BRITO, Juliana Santos Siebra. Análise da residência multiprofissional em saúde da família como estratégia de educação interprofissional em saúde. 2017. 125 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Fundação Oswaldo Cruz, Recife, CE, 2017.
CARVALHO, Danuza Jesus Mello De. Contribuições do programa de residência multiprofissional para inserção profissional de enfermeiros. 2018. 114 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem e Saúde) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, 2018.
COSME, Sueli De Faria Pereira. A Prática Pedagógica Desenvolvida por Preceptores na Residência Multiprofissional em Saúde no Ambulatório Especializado em HIV/AIDS. 2014. 159 p. Dissertação (Mestrado em Ensino na Saúde) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, RS, 2014.
CANABARRO, Janaina Lunardi. Inserção de residentes multiprofissionais nos serviços de saúde mental: percepção dos trabalhadores. 2017. 81 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2017.
COSTA, Mariana Lisboa. Vivências dos fisioterapeutas egressos da Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade. 2013. 146 p. Dissertação (Mestrado em Gestão Clínica) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.
EVANGELISTA, Aline Luiza De Paulo. Os reflexos da implementação da Residência Integrada em Saúde Mental Coletiva do Ceará na Atenção Psicossocial. 2017. 141 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2017.
FERNANDES, Marcelo Nunes da Silva. Prazer e sofrimento no processo de formação de residentes multiprofissionais de saúde. 2013. 117 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2013.
FILHO, Pedro Alves De Araujo. Aos trancos e barrancos - uma avaliação participativa sobre a formação na residência multiprofissional em saúde da família e comunidade. 2017. 217 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, 2017.
GONÇALVES, Dulce Pimenta. Análise do desempenho das equipes da residência multiprofissional em saúde da família e residência de medicina de família e comunidade da atenção primária à saúde segundo os indicadores do PMAQ-AB. 2017. 58 p. Dissertação (Mestrado em Ensino em Saúde) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, MG, 2017.
JUNIOR, Renê Ferreira da Silva. “Saber ser, saber conhecer, saber saber”: compreendendo as vivências, saberes e as práticas pedagógicas de preceptores em um Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família. 2018. 155 p. Dissertação (Mestrado em Ensino em Saúde) - Universidade Federal Dos Vales Do Jequitinhonha E Mucuri, Diamantina, Minas Gerais, MG, 2018,
LAGO, Luana Pinho de Mesquita. Práticas profissionais na residência multiprofissional em saúde: uma pesquisa Sócio-clínica. 2019. 212 p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2019.
LIMA, Tatiana de Oliveira. Residência multiprofissional em saúde: limites e possibilidades da preceptoria. 2018. 53 p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) – Universidade Santo Amaro, São Paulo, SP, 2018.
LIMA, Luana dos Santos Vasconcellos. Condições de trabalho e saúde do enfermeiro residente no hospital geral: riscos psicossociais. Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: < https://www.bdtd.uerj.br:8443/bitstream/1/11337/1/dissertacao_final_luana_santos_vasconcellos_lima.pdf>. Acesso em: 17 jul. 2021.
LIMA, Priscilla Cavalcante. Qualidade de vida dos residentes de programas de residência da área da saúde / Priscilla Cavalcante Lima. – – Teresina, 2018. Disponível em: < https://repositorio.ufpi.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/1370/PRISCILLA%20CAVALCANTE%20LIMA.pdf?sequence=1>. Acesso em: 17 jul. 2021.
MATTOS, Tania Mara Cappi. Ideologia que Permeia a Prática da Educação Permanente por Tutores e Preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde. 2016. 147 p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeira, RS, 2016.
MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13. Ed. São Paulo: Hucitec, 2013.
Mello, A. L., Arruda, G. T., Terra, M. G., Arnemann, C. T., & Siqueira, D. F. (2019). Fatores que interferem no ensino e aprendizagem de residentes multiprofissionais em saúde: revisão integrativa. Revista ABCS Health Sciences, 44(2), 138-146. https://nepas.emnuvens.com.br/abcshs/article/view/1176.
MELLO, Amanda de Lemos. Integração ensino-serviço na formação de residentes multiprofissionais em saúde na perspectiva do docente. 2016. 124 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2020.
MELO, Myllena Candida De. A residência como cenário educativo para enfermeiros: o uso da metodologia da problematização. 2013. 119 p. Dissertação (Mestrado em Ensino na Saúde) – Universidade Federal Fluminense, Niteroi, RJ, 2013.
NASCIMENTO, Renata Maria Moura. Educação Interprofissional e Preceptoria na Residência Multiprofissional em Saúde da Família. 2016. 58 p. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
NETO, Manoel Vieira De Miranda. Limites e potencialidades da residência multiprofissional em saúde para a educação interprofissional. 2015. 206 p. Dissertação (Mestre em Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, RS, 2015.
RIBEIRO, Flavia. Aprendizagem social no interior da residência multiprofissional em saúde da família e comunidade de Fortaleza-CE sob a perspectiva da teoria de comunidades de prática. 2013. 171 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2013.
ROMEY, Georgia Silva. Formação (in)comum e caminhos de sua produção: cenas da residência multiprofissional em saúde. 2018. 142 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2018.
ROTTA, Daniela Salvagni. Ansiedade, depressão, bem estar e trabalho de residentes multiprofissionais da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto/SP. 2015. 69 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, São Paulo, SP, 2015.
RODRIGUES, Carla Daiane Silva. Mobilização e estruturação de competências no trabalho da preceptoria da residência multiprofissional em saúde. 2020. 167 p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2020.
RODRIGUES, Adriana Freitas Diniz. Competências essenciais para o sus: a contribuição da residência multiprofissional em saúde da família para a reorientação das práticas em saúde no município de Fortaleza. 2016. 132 p. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, 2016.
SARMENTO, Lidiane De Freitas. Residência Multiprofissional em Saúde: análise da oferta de programas financiados pelo Ministério da Saúde de 2009 a 2015. 2016. 87 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2016.
STEINBACH, Marina. A preceptoria na residência multiprofissional em saúde: saberes do ensino e do serviço. 2015. 78 p. Dissertação (Mestrado em Odontologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2015.
SELTENREICH, Leticia da Silva. Competências do enfermeiro na prática da preceptoria na residência multiprofissional em saúde. 2017. 69 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Faculdade de Medicina de Botucatu, Botucatu, 2017.
SILVA, Cinthia Alves; ARAUJO, Maristela Dalbello. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde: o que mostram as publicações. Rio de Janeiro, v. 43, n. 123, p. 1240-1258, out-dez, 2019. Disponível em: < https://scielosp.org/pdf/sdeb/2019.v43n123/1240-1258/pt>. Acesso em: 04 mai. 2022.
SILVA, Letícia Batista. Residência Multiprofissional em Saúde no Brasil: alguns aspectos da trajetória histórica. Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 200-209, jan./abr. 2018. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/rk/a/BpFH8tww34qhgm9LSW6n84d/?lang=pt>. Acesso em: 04 mai. 2022.
SILVA, Veronica Cae da. Os saberes que emergem da prática social do enfermeiro preceptor na residência multiprofissional em saúde. 2017. 198 p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RS, 2017.
SANTOS, Diego Elias Rodrigues Dos. Residência Multiprofissional em Saúde Mental: Contribuições para a Rede de Atenção Psicossocial. 2018. 87 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, 2018.
SANCHES, Mariana Verpa. A experiência do programa de residência multiprofissional em saúde mental com ênfase em dependência química: desafios para a educação interprofissional colaborativa. 2020. 111 p. Dissertação (Mestrado em Ciencias) – Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2020.
SILVA, Lazaro Souza Da. Contribuição da residência em enfermagem para as organizações hospitalares. 2016. 82 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, 2016.
SCHNEIDER, Fabiana. Aprendizagem baseada em projetos como tecnologia educacional em saúde: vivências, possibilidades e desafios na formação e cotidiano de trabalho de residentes e facilitadores em um serviço de atenção primária à saúde. 2017. 98 p. Dissertação (Mestrado em Avaliação e Produção de Tecnologias para o SUS) – Grupo Hospitalar Conceição, Porto Alegre, RS, 2017.
TORRES, Rafael Bruno Silva. Residências integradas, multiprofissionais e em área profissional em saúde: uma revisão integrativa. 2017. 170 p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2017.
VILLARINHO, Diego Rocha Louzada. Residência Multiprofissional em Saúde Mental: Enfermeiros como facilitadores da integração ensino-assistência. 2017. 88 p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2016.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

MÜLLER , F. E.; LENZ, F. C. D. .; PRETTO, C. R.; OLIVEIRA, M. A. F. de; KRUG, S. B. F.; SILVA, R. M. da . Residências multiprofissionais em saúde: análise das produções do banco de teses e dissertações. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 18, n. 39, p. 1–25, 2023. DOI: 10.21713/rbpg.v18i39.1951. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1951. Acesso em: 30 maio. 2023.

Seção

Artigos

Publicado:

abr. 10, 2023
Palavras-chave:

Internship and residency., Internship, nonmedical., Occupational health., Health. Internado y Residencia., Internado no médico., Salud laboral., Salud. Internato e residência., Internato não médico., Saúde do trabalhador., Saúde.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.