Ciência, tecnologia e gênero a inserção da mulher no campo científico-tecnológico

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Os estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) se baseiam em que o conhecimento é uma construção social e que há íntima relação entre ciência, tecnologia e sociedade. A história da civilização mostra que, geralmente, as sociedades organizam-se segundo o modelo de dominação masculina e, sendo a ciência e a pesquisa fortemente influenciadas por fatores sociais, é de se esperar que esse modo androcêntrico se reflita no trabalho da ciência e tecnologia. Ao longo do tempo, a participação das mulheres nas carreiras científicas se manteve restrita. Os estudos de Ciência, Tecnologia e Gênero (CTG) dentro dos estudos CTS, procuram avaliar como tem sido a participação feminina na ciência. Este trabalho apresenta uma reflexão sobre os fatores que contribuem ou bloqueiam a evolução das mulheres na carreira científica e quais as possíveis ações a serem realizadas para combater a desigualdade de gênero no campo científico. Trata-se de um ensaio teórico de caráter reflexivo com base na literatura com o objetivo de trazer algumas sugestões para valorização da mulher dentro do campo científico, entre as quais mudanças curriculares que estimulem as meninas para a carreira científica e dar maior visibilidade às conquistas femininas na ciência.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Regina Lourenço de Barros a:1:{s:5:"pt_BR";s:35:"Universidade Federal de São Carlos";}
Biografia
Referências

BRASELMANN, S. Reluctant rebels: women scientists organizing. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 23, n. 1, p. 6-9, fev., 2003.

BRASIL. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mostra pioneiras da ciência exibe a contribuição de mulheres cientistas brasileiras. 2022. Disponível em: https://www.gov.br/cnpq/pt-br/assuntos/noticias/cnpq-em-acao/mostra-pioneiras-da-ciencia-exibe-a-contribuicao-de-mulheres-cientistas-brasileiras. Acesso em: 22 nov. 2022.

CARNEIRO, L. B. Teto de vidro: um estudo sobre os fatores deste fenômeno no Brasil sob a percepção das mulheres gestoras. 2018. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande do Norte, 2018. Disponível em: https://repositorio.furg.br/handle/1/7886. Acesso em: 11 nov. 2022.

CUEVAS, A. Conocimiento científico, ciudadanía y democracia. Revista CTS, v. 4, n. 10, p. 67-83, 2008. Disponível em: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1850-00132008000100006. Acesso em: 06 abr. 2022.

ERWIN, L. Gender equity and sience: na annoted bibliography. 1990-2002. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 23, n. 1, p. 32-42, fev., 2003.

FOX, M. F.; FONSECA, C.; BAO, J. Work and family conflict in academic science: Patterns and predictors among women and men in research universities. Social Studies of Science, v. 41, n. 5, p. 715-735. Ago., 2011.

GABETTA, G. Women and science: issues of power and responsibility. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 23, n. 1, p. 27-31, feb., 2003.

GARCIA, M. I. G.; SEDEÑO, E. P. Ciência, Tecnologia e Gênero. In: SANTOS, W.S.; ICHIKAWA, E. Y.; CARGANO, D. F. (orgs.). Ciência, Tecnologia e Gênero: desvelando o feminino na construção do conhecimento. Londrina: IAPAR, 2006.

GARFORTH, L.; KERR, A. Women and science: what’s the problem?. Social Politics: International Studies in Gender, State and Society, v. 16, n. 3, 2009, p. 379-403.

GINTHER, D. K. Is MIT an exception? Gender pay differences in academic science. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 23, 1, p. 21-26, feb., 2003.

KOBLITZ, A. H. Gender and science where sience is on the margins. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 25, 2, p. 107-114, abr., 2005.

LETA, J. As mulheres na ciência brasileira: crescimento, contrastes e um perfil de sucesso. Estudos Avançados, v. 17, n. 49, p. 271-284, dez., 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142003000300016&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 abr. 2022.

PALACIOS, E. M. G. et al. Ciencia, tecnología y sociedad: uma aproximacion conceptual. Madri: organizacion dos Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI), 2001. Disponível em: https://www.gub.uy/ministerio-educacion-cultura/sites/ministerio-educacion-cultura/files/documentos/publicaciones/ciencia_tecnologia_sociedad.pdf. Acesso em: 15 maio 2021.

SABOYA, M. C. L. Relações de gênero na ciência e tecnologia: uma revisão da bibliografia nacional e internacional. Educação, Gestão e Sociedade: revista da faculdade eça de queirós, v. 3, n. 12, nov. 2013. Disponível em: http://uniesp.edu.br/sites/_biblioteca/revistas/20170509155548.pdf. Acesso em: 23 mar. 2021.

SANTOS, W. S.; ICHIKAWA, E. Y.; CARGANO, D. F. Ciência, Tecnologia e Gênero: desvelando o feminino na construção do conhecimento. Londrina: IAPAR, 2006.

SÃO PAULO. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Mayana Zatz - Biblioteca Virtual da FAPESP. 2022. Disponível em: https://bv.fapesp.br/pt/pesquisador/98/mayana-zatz/. Acesso em: 25 abr. 2022.

SCHIEBINGER, L. Gender studies of sts: a look towards the future. Science, Technology and Society, v. v. 4, p. 95-106, mar, 1999.

SCHIMIDT, E. K.; CACACE, M. Addressing gender inequality in science: the multifaceted challenge of assessing impact. Research Evaluation, v. 26, n. 2, p. 102-114. 2017.

SMITH, T. J.; PASERO, S. L.; MCKENNA, C. M. Gender effects on student attitude toward science. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 34, p. 7-12, jul., 2014.

VALENTOVA, J. V. et al. Underrepresentation of women in the senior levels of Brazilian science. PeerJ, v. 5, p. e4000, dez., 2017. Disponível em: https://peerj.com/articles/4000. Acesso em: 18 nov. 2022.

WATT, F. M. (More) women in Science. Nature Reviews Molecular Cell Biology, v. 19, Issue 7, 2018.

ZATZ, M. Mulheres na ciência. mar. 2001. Pesquisa FAPESP, mar. 2001. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/mulheres-na-ciencia-2/. Acesso em: 19 abr. 2022.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DE BARROS, R. L. . Ciência, tecnologia e gênero: a inserção da mulher no campo científico-tecnológico. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 18, n. especial, p. 1–21, 2023. DOI: 10.21713/rbpg.v18iespecial.1891. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1891. Acesso em: 22 maio. 2024.

Seção

Dossiê Temático

Publicado:

out. 16, 2023
Palavras-chave:

Science, Technology and Society (STS). Science, Technology and Gender (STG). women scientists. Feminism in science. Female conflicts in science. Ciencia, Tecnología y Sociedad (CTS). Ciencia, Tecnología y Género (CTG). Mujeres científicas. Feminismo en la ciencia. Conflictos femeninos en la ciencia. Ciência, tecnologia e sociedade, Ciência, tecnologia e gênero, Mulheres cientistas, Feminismo na ciência, Conflitos femininos na ciência

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.