O mestrado profissional brasileiro e o Mestrado em Saúde Pública Europeia: objetivos semelhantes por caminhos diferentes

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O mestrado profissional (MP) em Saúde Coletiva é uma política pública que visa aproximar o mundo acadêmico do mercado de trabalho, com o objetivo de qualificar, com aportes científicos, profissionais, no Brasil para o serviço no Sistema Único de Saúde (SUS). O Mestrado em Saúde Pública Europeia (MSPE), ainda que não alcunhado de profissional, apresenta objetivos semelhantes, visando à qualificação de profissionais para atuação nas situações próprias da União Europeia. O presente trabalho traz uma reflexão sobre o MP e as contribuições que o MSPE pode fornecer como alternativa ao que já vem sendo implementado no sistema brasileiro de pós-graduação.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Walner Mamede Capes
Biografia
Walner Mamede, Capes
Doutorando em Ensino na Saúde, pela Universidade de Brasília, mestre em Biologia pela Universidade Federal de Goiás (2001), especialista em Farmacologia pela Universidade Federal de Goiás (1999) e em Filosofia pela Universidade de Brasília (2010), graduado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Goiás (1997) e em Farmácia pela Universidade Federal de Goiás (1993). Possui, ainda, qualificação em Fitoterapia e Manipulação pelo Hospital de Medicina Alternativa/GO (2002). Atua há 12 anos como docente ministrando disciplinas relacionadas a Ética, Deontologia e Legislação, Metodologia Científica, Fisiologia, Farmacologia, Fitoterapia, Cosmetologia e Educação Física, no nível superior e básico, bem como na modalidade profissionalizante. É ex-integrante das seguintes entidades: ASCAPES-Associação dos Servidores da Capes (Secretário), AFAGO-Associação Farmacêutica de Goiás (Diretor Social), ADOFECHA-Associação de Professores da Faculdade de Anicuns (Vice-Presidente), UNIENSINO-Cooperativa de Apoio Docente de Goiás (Diretor de Negócios), AGOPEF-Associação dos Professores de Educação Física de Goiás (Conselheiro), Revista Guanicuns (Conselho Editorial), DEFEAJA-Divisão de Educação Fundamental de Adolescentes, Jovens e Adultos de Goiânia (Equipe de Coordenação), Comissão de Coordenação dos Jogos Escolares Municipais de Goiânia, sendo, atualmente, Analista em Ciência e Tecnologia da Capes, consultor de projetos e professor em cursos de graduação, pós-graduação Lato sensu e qualificação profissional nas áreas de Saúde e Educação pela UniEnsino. Desenvolve pesquisa e consultoria na área de Avaliação e Ensino, especialmente, com cursos de mestrado profissional
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

MAMEDE, W. O mestrado profissional brasileiro e o Mestrado em Saúde Pública Europeia: objetivos semelhantes por caminhos diferentes. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 12, n. 27, 2014. DOI: 10.21713/2358-2332.2015.v12.545. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/545. Acesso em: 23 jun. 2024.

Seção

Debates

Publicado:

out. 21, 2014
Palavras-chave:

Mestrado Profissional. SUS. Saúde Pública europeia. Universidade de Maastricht. PNPG. Ensino na Saúde. Education in Health. Graduate Study. Professional Master. Brazilian Public Health. European Public Health. Maastricht University. Educación en la Salud. Posgrado. Máster Profesional. SUS. Salud Pública Europea. Universidad de Maastricht.