Análise da pós-graduação em Agronomia no Brasil

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Os programas de pós-graduação em Agronomia foram pioneiros no Brasil. Atualmente a área possui o maior número de programas e cursos de pós-graduação em Ciências Agrárias com 43,18% dos programas. As regiões Sudeste e Sul concentram 68,45% da pós-graduação em Agronomia no Brasil. A diferença no número de programas de pós-graduação entre as regiões demonstra a desigualdade no que se refere à pós-graduação em Agronomia no Brasil, com maior concentração nas regiões Sudeste e Sul. Ressalte-se o sucesso na correção dessa assimetria no período de 2003 a 2007, com maior crescimento da pós-graduação nas regiões menos favorecidas. No período, o número de programas de pós-graduação em Agronomia aumentou 75% na região Norte; 88,46% na região Nordeste e 90% na região Centro-Oeste. A importância da pós-graduação em Agronomia se reflete na produção científica, que, em 2007, representou 8,50% da produção científica brasileira em todas as áreas do conhecimento. No Brasil, o percentual da produção científica em Agronomia representava 58,14% em 1981 e passou a representar, em 2007, 50,39% das Ciências Agrárias. A importante produção científica da Agronomia se reflete no primeiro lugar no ranking mundial na produção e exportação de produtos como o café, soja e açúcar. Esses aspectos demonstram a importância da pós-graduação no incremento da produção científica que se reflete na melhoria das condições econômicas do País. Objetivou-se no presente estudo analisar a pós-graduação em Agronomia no País e sua relação com o conhecimento científico da área no mundo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Tânia Maria de Paula Lyra
  • Cristina Haeffner
Biografia
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

LYRA, T. M. DE P.; HAEFFNER, C. Análise da pós-graduação em Agronomia no Brasil. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 5, n. 9, 11.

Seção

Estudos
Palavras-chave:

Agronomia. Pós-graduação. Conhecimento científico.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)