Humanidades na UFABC: produção do conhecimento interdisciplinar na pós-graduação

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O presente artigo tem por finalidade estudar a produção da interdisciplinaridade na Universidade Federal do ABC (UFABC), mais  especificamente na área de humanidades. Nascida com uma proposta  inovadora, a UFABC tem como uma das suas principais características  acadêmica a produção do conhecimento interdisciplinar. A partir da análise  dos dois programas pioneiros na área de humanidades, o Programa de Ciências Humanas e Sociais (PCHS) e o Programa de Planejamento e Gestão do Território (PGT), o presente artigo apresenta uma avaliação da prática interdisciplinar a partir de três elementos: I) linhas de pesquisa; II) perfil de formação do quadro docente e III) produções em co-autoria. Os resultados indicam que em ambos os programas existe produção interdisciplinar, contudo cada programa adota uma perspectiva de interdisciplinaridade específica. O primeiro (PCHS) centrado no próprio conceito de interdisciplinaridade e o segundo (PGT) centrado no conceito de território.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Claudio Luis de Camargo Penteado Universidade Federal do ABC (UFABC)
  • Sidney Jard da Silva Universidade Federal do ABC (UFABC)
  • Karen Christina Dias da Fonseca Secretaria de Educação do Estado de São Paulo
Biografia
Claudio Luis de Camargo Penteado, Universidade Federal do ABC (UFABC)
Mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001) e doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do ABC, atuando nos programas de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais e Energia da UFABC. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Internet e Política, atuando principalmente nos seguintes temas: internet, democracia, blogs, políticas públicas, marketing político e energia.
Sidney Jard da Silva, Universidade Federal do ABC (UFABC)
Professor do Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do ABC (CECS/UFABC). Doutor e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), com doutorado sanduíche no Departamento de Ciência Política do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Áreas de atuação: Instituições políticas, políticas públicas, política previdenciária, política de ensino superior, processo decisório, sindicalismo.
Karen Christina Dias da Fonseca, Secretaria de Educação do Estado de São Paulo
Mestre em Ensino, História e Filosofia da Ciência e da Matemática pela Universidade Federal do ABC (2013), Especialista em Filosofia e História da Ciência e da Tecnologia pela Universidade Federal do ABC (2010), Graduada em Geografia (Licenciatura) pelo Centro Universitário de Araras Dr. Edmundo Ulson (2007) e em Ciências Sociais (Licenciatura e Bacharelado) pelo Centro Universitário Fundação Santo André (2004).
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

PENTEADO, C. L. DE C.; SILVA, S. J. DA; FONSECA, K. C. D. DA. Humanidades na UFABC: produção do conhecimento interdisciplinar na pós-graduação. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 12, n. 28, 5 out. 2015.

Seção

Experiências

Publicado:

Out 5, 2015
Palavras-chave:

Universidade Federal do ABC, interdisciplinaridade, pós-graduação, humanidades.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.