Percepção de professores universitários sobre as repercussões do seu trabalho na própria saúde

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Estudos sobre atividade docente apontam para uma sobrecarga de trabalho que pode gerar adoecimento. Esta pesquisa objetivou identificar e analisar as repercussões da prática docente sobre a saúde de professores universitários da área da Saúde. Utilizou-se uma abordagem qualitativa, com nove professores. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e analisados pela técnica de análise de conteúdo de Bardin. Os impactos negativos da prática docente sobre a saúde dos professores sobressaíram nos resultados, sendo o estresse o mais significativo. A sobrecarga de trabalho, as exigências e as cobranças aparecem como os principais aspectos geradores desses impactos. Faz-se necessário gerar mudanças na direção da promoção da saúde da comunidade acadêmica.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Maria Angélica Godinho Mendes de Abreu Universidade Federal da Bahia
  • Maria Thereza Ávila Dantas Coelho Universidade Federal da Bahia
  • Jorge Luiz Lordelo de Sales Ribeiro Universidade Federal da Bahia
Biografia
Maria Angélica Godinho Mendes de Abreu, Universidade Federal da Bahia

Mestranda do Programa de Pós-Graduação Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC) da UFBA. 

Formação em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia

Coordenadora do Núcleo de Atenção Psicopedagógica da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pùblica e Psicóloga Clínica

 

Maria Thereza Ávila Dantas Coelho, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Saúde Coletiva, com ênfase em Ciências Sociais em Saúde.

 Formada pela Universidade Federal da Bahia.

 Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia  e Coordenadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde, Violência e Subjetividade (SAVIS) 

Jorge Luiz Lordelo de Sales Ribeiro, Universidade Federal da Bahia

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia

Psicologia

Formado pela Universidade Federal da Bahia

Professor Adjunto do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia.  Pesquisador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde, Violência e Subjetividade (SAVIS). 

Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DE ABREU, M. A. G. M.; ÁVILA DANTAS COELHO, M. T.; LORDELO DE SALES RIBEIRO, J. L. Percepção de professores universitários sobre as repercussões do seu trabalho na própria saúde. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 13, n. 31, 2017. DOI: 10.21713/2358-2332.2016.v13.1155. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1155. Acesso em: 23 maio. 2024.

Seção

Estudos

Publicado:

fev. 17, 2017
Palavras-chave:

Health. Higher Education. Faculty. Work Salud. Educación Superior.Docentes. Trabajo. Saúde. Educação Superior. Docentes. Trabalho.