Comparativo entre os sistema de avaliação da AACSB (Estados Unidos) e da Capes (Brasil) e seu uso pelos coordenadores de programas

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O sistema brasileiro de avaliação de programas de pós-graduação vem evoluindo ao longo do tempo e tem como premissa a formação de recursos humanos e a geração de conhecimento para o desenvolvimento do país. Este artigo tem por objetivo analisar de forma comparada o sistema de avaliação da Association to Advance Collegiate School of Business (AACSB) e o sistema de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e seu uso pelos coordenadores de programa. O método de pesquisa foi o estudo de casos múltiplos, englobando oito programas: quatro nos Estados Unidos e quatro no Brasil. Os principais resultados indicam diferenças na concepção e no uso dos sistemas pelos programas nos dois países. Nos Estados Unidos, o sistema de avaliação é similar ao propósito dos sistemas ISO e está focado no processo. No Brasil, ter o programa recomendado pela Capes é um requisito legal que assegura a validade dos diplomas de mestrado e doutorado em âmbito nacional. O sistema de avaliação da Capes é de ranking e está focado no produto.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Emerson Antonio Maccari Universidade Nove de Julho - UNINOVE
  • Cibele Barsalini Martins Universidade Federal de Santa Catarina
  • Martinho Isnard Ribeiro de Almeida Possui graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas - SP (1973), mestrado em Administração pela Universidade de São Paulo (1985), doutorado em Administração pela Universidade de São Paulo (1995) e Livre-docencia em Administração pela Universidade de São Paulo (2004) . Atualmente é professor associado da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - FEA/USP. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Geral, atuando principalmente nos seguintes temas: administração estratégica, planejamento estratégico, empreendedorismo e inovação.
Biografia
Emerson Antonio Maccari, Universidade Nove de Julho - UNINOVE
Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo - USP (2008) com Estágio Doutoral na University of Massachusetts Amherst - USA (2007).Gestão da Pós-Graduação; Gestão Estratégica da Pós-Graduação; Sistema de Avaliação da Pós-Graduação; Sistema de Avaliação da CAPES; Estratégia em Projetos Educaci Foi Diretor do Mestrado Profissional em Administração: Gestão de Projetos MPA-GP - UNINOVE (2010-2012). Atualmente é Diretor do Programa de Pós-Graduação em Administração PPGA - UNINOVE. Pesquisa nos seguintes temas: onais; Administração da Tecnologia da Informação. Participou da elaboração de propostas para implantação de Programas de Mestrado e Doutorado no Sistema APCN da CAPES nas áreas: Administração, Contabilidade, Turismo, Educação, Engenharia, Direito e Saúde.
Cibele Barsalini Martins, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora (2013) e Mestre (2004) em Administração pelo Programa de pós graduação em Administração da Universidade Nove de Julho. As áreas de pesquisa são: Gestão Estratégica da Pós-Graduação; Sistema de Avaliação da CAPES; Gestão da Pós-Graduação.
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

MACCARI, E. A.; MARTINS, C. B.; ALMEIDA, M. I. R. DE. Comparativo entre os sistema de avaliação da AACSB (Estados Unidos) e da Capes (Brasil) e seu uso pelos coordenadores de programas. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 12, n. 27, 6 mar. 2015.

Seção

Estudos

Publicado:

Mar 6, 2015
Palavras-chave:

Sistema de avaliação, Sistema de avaliação da CAPES, Sistema de Avaliação da AACSB, Avaliação da Pós-Graduação

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.