A importância do Programa Ciência sem Fronteiras: o estudo do caso australiano, primeiros resultados e recomendações

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O texto apresentado a seguir mostra a importância do Programa Ciência sem Fronteiras no processo de internacionalização da educação superior brasileira, com base em estudo de caso da Austrália. Esse país acolheu em suas universidades vários estudantes brasileiros contemplados com bolsas de estudo. A metodologia envolveu pesquisa documental e bibliográfica, incluindo consulta aos documentos dos organismos internacionais e dos governos australiano e brasileiro. Os resultados obtidos foram discutidos considerando-se o relatório final de avaliação elaborado pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal, bem como alguns artigos de análise crítica do programa. 

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Dileine Amaral da Cunha CNPq-UFRGS
  • Ivan Rocha Neto Docente Colaborador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Biografia
Dileine Amaral da Cunha, CNPq-UFRGS
Doutoranda em Educação em Ciência pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e analista em ciência e tecnologia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Brasília, DF, Brasil.  
Ivan Rocha Neto, Docente Colaborador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Doutor em Eletrônica pela University of Kent, Canterbury, Reino Unido, e professor colaborador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasília, DF, Brasil.
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

CUNHA, D. A. DA; ROCHA NETO, I. A importância do Programa Ciência sem Fronteiras: o estudo do caso australiano, primeiros resultados e recomendações. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 13, n. 30, 22 dez. 2016.

Seção

Estudos

Publicado:

Dez 22, 2016
Palavras-chave:

Educação Superior. Internacionalização. Programa Ciência sem Fronteiras.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.