Desafios da Capes na condução da Política Nacional de Formação de Professores da Educação Básica

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O objetivo deste ensaio é instigar o debate sobre o papel da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na condução da Política Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. Para tanto, analisa as atas do Conselho Técnico Científico da Educação Básica (CTC-EB), por meio da hermenêutica, destacando as decisões estratégicas da Capes na condução dessa política. Como resultado, apresenta os desafios que a Capes precisará enfrentar para simultaneamente: a) cumprir a nova missão que lhe foi imputada no contexto da formação de professores da educação básica; e b) manter a identidade institucional, por ela construída, no âmbito dos seus programas tradicionais de formação de pessoal.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Valdinei Costa Souza Capes
Biografia
Valdinei Costa Souza, Capes

Doutora em Educação (UnB)

Analista em Ciência e Tecnologia da Capes

Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

SOUZA, V. C. Desafios da Capes na condução da Política Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 13, n. 31, 2017. DOI: 10.21713/2358-2332.2016.v13.1262. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/1262. Acesso em: 23 maio. 2024.

Seção

Debates

Publicado:

fev. 17, 2017
Palavras-chave:

Política Educativa. CAPES. Formación de Maestros. Política Educacional. Capes. Formação de Professores. Educational Policies. CAPES. Teacher Training.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)