Colaboração (Neocolonial) Avançada – um novo Modelo de Parceria entre o Centro e a Periferia

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

Em meados dos anos 70, o modelo tradicional de cooperação - caracterizado pelo treinamento de estudantes nas melhores universidades ocidentais, a circulação de pesquisadores dos países desenvolvidos para os países em desenvolvimento e a transferência de técnicas - foi desafiado. O estabelecimento de acordos bilaterais envolvendo o treinamento de pesquisadores e estudantes, assim como o desenvolvimento de projetos de pesquisa conjunta, cofinanciados pelas agências de fomento brasileiras são exemplos da mudança em direção a uma colaboração mais avançada. A proposta deste artigo é fazer um breve exame das estratégias adotadas para a classificação das parcerias norte/sul.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Isabel Canto
  • Janet Hannah
Biografia
Referências

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

CANTO, I.; HANNAH, J. Colaboração (Neocolonial) Avançada – um novo Modelo de Parceria entre o Centro e a Periferia. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 3, n. 6, 2011. DOI: 10.21713/2358-2332.2006.v3.107. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/rbpg/article/view/107. Acesso em: 20 maio. 2024.

Seção

Estudos
Palavras-chave:

Cooperação acadêmica. Relação científica de periferia. Parceria entre países desenvolvidos e em desenvolvimento. Academic cooperation. Scientific relations with the Periphery. Partnerships between developed and developing countries.